Kobe International Community Center

Avaliações da língua japonesa


Exame de habilidade na língua japonesa. JLPT Mundialmente, o número de estudantes de língua japonesa tem crescido consideravelmente. O mesmo ocorre porque com o passar do tempo aumentaram as oportunidades de usar a língua japonesa para se comunicar. A causa disso, um teste que possa medir e demonstrar o nível de habilidade de linguagem foi necessário, de modo que em 1984 se estabeleceu o JLPT para a revisão da capacidade do idioma japonês.
Link para o site oficial da entidade organizadora
Prova prática de japonês. J.TEST O J.TEST -Prova prática de japonês- é um teste introduzido em 1991, destinado a medir as competências dos estrangeiros no japonês. Cerca de 70.000 trabalhadores e estudantes se apresentam para fazer este teste cada ano. Ele é realizado 6 vezes por ano.

Teste de conversa em Japonês. JSST
O JSST é um teste de habilidades de conversa em japonês. Serve para medir a capacidade operacional do japonês -numa conversa telefônica por exemplo-. Este teste é usado por corporações e muitos alunos japoneses.

O JSST não é como qualquer prova escrita de conhecimento de japonês, ao contrário este teste é feito para medir a capacidade operacional do japonês. São necessárias palavras, gramática e pronúncia, em
combinação com o conhecimento do japonês "no tempo e no lugar", para medir a capacidade de criar uma história. Se precisa falar das própias "ideias". Os candidatos devem "pensar" para "criar" situações que avaliem a capacidade de produção em japonês necessário em caso de negócios.
Exame para Universidades Japonesas. EJU O EJU é um Teste para estudantes estrangeiros em universidades japonesas (graduação). Serve para aqueles que desejam se inscrever em universidades japonesas e com a finalidade de avaliar a proficiência do idioma japonês e as habilidades básicas necessárias para um ambiente acadêmico universitário japonês.
Teste de Proficiência para negócios em japonês. BJT O BJT é o exame de proficiência que mede o nível de fluência em comunicação do candidato em língua japonesa para negócios. Os resultados são processados estatisticamente conforme a Teoria da Resposta ao Item (TRI) com média entre 0-800 e avaliado numa escala de 6 níveis, J5 até J1+. O BJT pode calcular o valor absoluto da proficiência do candidato, provando-se um teste objetivo.



As traduções baseiam-se nos dados disponíveis desde junho de 2015. Portanto, por favor note que ao utilizar um novo sistema, ele pode mudar. A página da internet acima é de responsabilidade do seu autor. A cidade de Kobe não é responsável pelo conteúdo inseridos.